SOCIOLOGIA DA INFÂNCIA, PEDAGOGIA E CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO INFANTIL: ALGUMAS APROXIMAÇÕES.

Andrea Braga Moruzzi, Gabriela Guarnieri de Campos Tebet

Resumo


A partir da compreensão de que as propostas curriculares para a educação infantil se sustentam nas teorias científicas e tendo em vista a expansão da Sociologia da Infância, este artigo destaca que a sociologia da infância não se confunde com a pedagogia da infância, ainda que haja diálogos possíveis entre ambas. Investiga os efeitos deste campo nas orientações curriculares para educação infantil, na medida em que estas permitem configurar uma abordagem metodológica que mobiliza um olhar específico para a criança, para sua socialização e para a cultura produzida nos espaços de interações infantis. Aponta elementos das propostas curriculares que se aproximam dos debates do campo em questão e conclui destacando alguns dos principais conceitos da sociologia que têm impactado na pedagogia e nos currículos para as crianças pequenas, tais como: ator social, protagonismo infantil, cultura infantil e cultura da infância, e as relações geracionais.


Palavras-chave


Sociologia da Educação; Educação Infantil; Socialização da Criança; Currículo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v28i3.4617


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com