ROTINAS E CULTURAS INFANTIS NA PRÉ-ESCOLA: UM ESTUDO A PARTIR DA GRAMÁTICA DAS CULTURAS INFANTIS

Elaine Suane Florêncio dos Santos, Patrícia Maria Uchôa Simões

Resumo


Um novo campo de pesquisa vem se consolidando no estudo da infância com a pretensão de estudar a criança por si mesma como uma categoria geracional. O conceito de culturas infantis tem ajudado a contemplar o protagonismo das crianças na construção das suas interações com outras crianças, com os adultos e com o meio material e simbólico em que estão inseridas. O presente estudo apresenta uma análise de três situações de brincadeiras desenvolvidas por crianças entre 4 e 5 anos em uma instituição de Educação Infantil. Tomando como base as proposições de Sarmento sobre a gramática das culturas infantis, pretende-se oferecer uma reflexão teórica e metodológica dos estudos da infância e propor formas de registro e análise das culturas infantis que possibilitem uma compreensão das particularidades do mundo infantil.


Palavras-chave


Infância. Brincadeira. Educação Infantil.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.32930/nuances.v29i3.4587


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com