CONCEPÇÕES DE PROFESSORAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL SOBRE AS PRÁTICAS DOCENTES PARA A PRIMEIRA INFÂNCIA

Monique Aparecida Voltarelli, Maria Iolanda Monteiro

Resumo


 Este artigo apresenta uma parte dos resultados obtidos pelo trabalho de mestrado que buscou compreender como se configuravam as práticas docentes de professoras iniciantes para atuar na primeira infância.  Para desenvolver este estudo, realizaram-se observações de campo, registros em diário, análise documental e entrevista semiestruturada. Optou-se pela pesquisa de natureza qualitativa, que foi realizada em três Centros Municipais de Educação Infantil de uma Rede Municipal de ensino do interior de São Paulo, envolvendo três professoras iniciantes que trabalhavam com crianças de zero a três anos. O trabalho aponta para a necessidade de reflexão docente e discute sobre as concepções das professoras como determinantes na elaboração da ação pedagógica com as crianças. Apresenta a sociologia da infância como possibilidade de mudanças para atuar na primeira infância a partir da quebra de paradigmas sobre as crianças e a infância na sociedade.   

Palavras-chave


Práticas docentes. Educação infantil. Primeira infância.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v27i3.4537


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com