ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI: REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA DA EQUIPE INTERPROFISSIONAL NA VARA DA INFÂNCIA E JUVENTUDE

Solange Aparecida Serrano, Tânia Fugita, Ivandra Carla Carneiro

Resumo


Este artigo discute a atuação das profissionais autoras no atendimento de adolescentes em conflito com a Lei. Apresenta alguns aspectos sobre o trabalho da equipe interprofissional (Psicólogo e Assistente Social) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e enfoca a atuação junto aos adolescentes e a suas famílias. Discute a questão considerando o cenário do atendimento e reflete sobre o fenômeno “menoridade”, considerando as situações de exclusão social em que vivem muitas famílias: o trabalhador precoce, o menino evadido da escola, a prostituição infanto-juvenil, a mendicância, o menino de rua, abandonado, carente, o que comete delitos, a família inserida em um contexto de negação de direitos e sem acesso a políticas públicas e sua vulnerabilidade e risco social. O adolescente é reconhecido como um sujeito que se desenvolve a partir de determinadas circunstâncias singulares e históricas, considerando o contexto econômico, social e cultural, visto que a abordagem para compreendê-lo deve considerar as intensas mudanças físicas, biológicas e psicológicas, relativas a seus grupos de pertencimento, seu meio social e seu trânsito no mundo da cultura, sobretudo em tempos de ausência de fronteiras geográficas e novas tecnologias de comunicação que constroem novos padrões de sociabilidade.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v26i1.3822


Palavras-chave


Adolescente; Conflito com a Lei; Adolescente e menoridade

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v26i1.3822


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com