O PODER MÁGICO DA FALA: ORALIDADE E ORACIA NO ENSINO FUNDAMENTAL

Rita Alexandra Vieira Simões, Karine Cristina Manzo Berg

Resumo


Sendo o Homem um ser naturalmente narrativo habituado a comunicar oralmente, de que forma é que esta oralidade vai ser importante no desenvolvimento de um leitor e de um escritor mais crítico e reflexivo? De que forma é que a escola, enquanto entidade formadora, trabalha e valoriza a oralidade? Será realmente desenvolvida a oracia nos primeiros anos de ensino-aprendizagem? Estas são algumas das perguntas que procuraremos responder ao longo deste artigo, propondo, no final, algumas atividades didáticas de exploração da oralidade.

Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v13i14.371


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com