ANÁLISE DA PROPAGANDA “SALA DE ESPERA” USADA COMO RECURSO PERSUASIVO PARA O INCENTIVO À LEITURA

Eliane Nunes Silva Maciel, Eliza Adriana Sheuer Nantes

Resumo


Nossa proposta é investigar a exploração da literatura infantojuvenil usada como recurso persuasivo para o incentivo à leitura no anúncio publicitário “Sala de Espera”, criado pela agência publicitária DPZ, a pedido da Fundação Itaú Social. Ancorados na pesquisa qualitativa e exploratória, com enfoque crítico-analítico, analisamos a construção desse texto publicitário, considerando a presença da cultura digital em sua constituição, no intuito de investigar as vozes presentes e os recursos utilizados para convencer o interlocutor a proceder à leitura dos diversos textos que compreendem o universo literário. Na busca pela construção dos sentidos, destacamos o uso do recurso da intertextualidade, o qual tece vários fios discursivos com a literatura infantojuvenil, via movimento dialógico de assimilação. O resultado apontou para a proficuidade de a literatura ser explorada via textos multimodais, em parte, devido à convergência de linguagens, fruto da junção de imagem, som e movimentos.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v26i3.3680


Palavras-chave


Ensino básico; Desenvolvimento da leitura; Texto literário

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v26i3.3680


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com