EDUCAÇÃO MORAL NA CONTEMPORANEIDADE: UMA ANÁLISE DE PROJETOS DE ESCOLAS PÚBLICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

Alana Paula de Oliveira, Maria Suzana De Stefano Menin

Resumo


Nos dias atuais, identificamos uma frequente denúncia por parte de pesquisadores, educadores e familiares de que a escola tem sido palco de violência, indisciplina e desrespeito. Desse modo, temos o intuito de responder ao seguinte questionamento: estariam as escolas públicas brasileiras realizando projetos de modo a orientar os alunos a viverem em sociedade de forma mais harmônica e com base em valores morais ou éticos? Para tanto, realizamos revisão teórica e análises de 150 questionários respondidos por agentes escolares de escolas públicas do Estado de São Paulo. Acreditamos que é papel da escola educar moralmente os alunos e constatamos que os agentes escolares apontam que a educação moral deve acontecer na escola, principalmente para fomentar a formação da cidadania dos alunos. Contudo, verificamos que falta formação aos educadores, de modo que contemplem critérios adequados para realizar esse tipo de educação e alcancem a finalidade de formar indivíduos moralmente autônomos.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v26i0.2822


Palavras-chave


Sociedade Contemporânea; Escola; Educação Moral

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v26i0.2822


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com