A CRIANÇA DE SEIS ANOS NO ENSINO FUNDAMENTAL: PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO EM TESES E DISSERTAÇÕES

Leonardo Angelo Orlandi, José Milton Lima

Resumo


Esta pesquisa trata do ingresso da criança de seis anos no Ensino Fundamental e apresenta como objeto de estudo as produções acadêmicas entre os anos de 2006 e 2011. Estabelece como objetivo central: identificar nas produções dos programas de pós-graduação de Educação como o Ensino Fundamental de nove anos têm sido implementado em relação aos sujeitos escolares. O interesse em investigar tal tema adveio da constatação de que os descompassos decorrentes do ingresso das crianças de seis anos no primeiro ano do Ensino Fundamental estão gerando diversos paradoxos propícios para reflexões na forma de conceber a educação para a infância. A investigação de natureza qualitativa adotou como metodologia a pesquisa bibliográfica e analisou 42 dissertações e 4 teses localizadas em diferentes bancos de dados. Os resultados problematizaram que, diferentemente do que prescrevem os documentos oficiais, as mudanças foram ínfimas em relação ao currículo e às práticas destinadas as crianças de seis anos.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v26i0.2783


Palavras-chave


Ensino Fundamental; Infância; Educação da Infância

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v26i0.2783


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com