O Professor Construtivista: Desafios De Um Sujeito Que Aprende

Ana Archangelo Guimarães

Resumo


Este trabalho procurou refletir sobre a experiência vivida coletivamente na APAE de Presidente Prudente - SP, de junho de 1993 a junho de 1994. Nesse processo de investigação, criou-se um espaço que, mais que verificar o que se explicitava e/ou ocultava nas falas e nas praticas de sala de aula pretensamente construtivistas, construiu uma metodologia de pesquisa capaz de estabelecer uma estrutura comunicativa, promover disposições a conhecer e agir, de discutir e analisar a realidade. Construiu, também, um campo de estudo e de reflexão sobre a própria prática, num movimento de redescoberta da importância da leitura e da teorização. Por fim, o estudo constatou que o maior desafio do professor que se pretende construtivista consiste na superação do mascaramento do não-saber, na busca de uma leitura do construtivismo realizada a partir de indagações pr6prias, introjetadas e significativas.


Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v1i1.23


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com