JOVENS E VALORES: UM ESTUDO REALIZADO EM COLÉGIO BILÍNGUE DE SÃO PAULO

Denise D'Aurea Tardeli, Heloisa Fittipaldi, Jarbas Postal, Priscila Maria Reis

Resumo


Esta pesquisa descritiva, de caráter exploratório, fundamentada na teoria construtivista, realizada em escola particular e bilíngue da cidade de São Paulo, teve como objetivos: verificar que sentido os adolescentes pesquisados atribuem à vida (valores) nos âmbitos social, afetivo e pessoal, analisar a existência de transformações desses valores ao longo do Ensino Médio e comprovar se essa valoração apresenta equidade nos três currículos do colégio (brasileiro pagante, bilíngue alemão pagante e brasileiro gratuito). A amostra foi constituída por 72 jovens de 14 a 18 anos, alunos dos 1º e 3º anos do Ensino Médio de referida escola. O critério de inclusão dos alunos na pesquisa foi o sorteio aleatório com base em tabela de números equiprováveis. Com base nos resultados obtidos, podemos afirmar, em linhas gerais, que o aluno pesquisado reconhece a importância de determinados agentes sociais, apesar de duvidar da credibilidade das instituições que legitimam alguns deles; valoriza o aspecto moral e a justiça num mundo que, para ele, é considerado injusto e ameaçador; é otimista em relação ao futuro e inclui outrem ao seu projeto de vida; apesar de temer ser injustiçado, considera a vida que vale a pena ser vivida ou o amor mais importante que o ser tratado de forma justa.

http://dx.doi.org/10.14572/nuances.v23i24.1893


Palavras-chave


Adolescência; personalidade ética; valores; virtudes; moral

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v23i24.1893


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com