CONCEPÇÕES DE CRIANÇA NA PRÁTICA PEDAGGICA DE UMA PROFESSORA ALFABETIZADORA

Marli Lucia Tonatto Zibetti

Resumo


O presente artigo analisa dados oriundos de uma prática etnográfica e busca compreender de que maneira se manifestam na prática pedagógica de uma professora alfabetizadora suas concepções sobre criança. Os resultados apontam para a historicidade dos saberes docentes uma vez que a concepção de criança presente em sua atuação remete-nos às idéias rosseaunianas de criança. Por outro lado, evidenciam também como as condições objetivas em que a prática se desenvolve influenciam a constituição do fazer pedagógico. Os dados indicam ainda que a condução do trabalho pedagógico pela professora participante da pesquisa contribui para o estabelecimento de uma relação que favorece o envolvimento dos alunos com as atividades, embora este envolvimento nem sempre seja suficiente para o acesso aos conhecimentos necessários para a progressão na escolaridade.

Palavras-chave


concepção de criança; saberes docentes; pesquisa etnográfica.

Texto completo:

ARTIGO


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v12i13.1676


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com