A Hegemonia do Banco Mundial na Formulação e no Gerenciamento das Políticas Educacionais

Maria Abádia da Silva

Resumo


Este estudo tem como objetivo apresentar e analisar as políticas para a educação pública do Banco Mundial nas três últimas décadas e que estão sendo gradualmente incorporadas na sociedade brasileira. Analisa ainda, a longevidade histórica da intervenção externa na formulação das políticas educacionais com a participação da equipe brasileira.


Texto completo:

Artigo


DOI: https://doi.org/10.14572/nuances.v6i6.100


Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Unesp - Presidente Prudente.

Retornar ao portal de revistas
Menor Menor Médio Médio Maior Maior
Facebook Facebook Revista Nuances
Email nuances.fct@gmail.com